O que significa o termo “Scaffolding” em educação?

3
8267

Em educação, scaffolding** refere-se a uma variedade de técnicas de instrução usadas para mover os alunos progressivamente em direção a uma maior compreensão, em última análise, uma maior independência no processo de aprendizagem. Uma ótima explicação para o termo foi dada por Margaret Montet “‘scaffolding’ é a assistência (parâmetros, regras ou sugestões) que um professor dá ao aluno em uma situação de aprendizagem. A técnica permite que o estudante obtenha ajuda apenas com as habilidades que são novas ou que vão além de sua capacidade no momento”.

O termo em si oferece uma metáfora descritiva relevante: os professores fornecem níveis sucessivos de apoio temporário, que ajudam os alunos a alcançar níveis mais elevados de compreensão e aquisição de habilidades que eles não seriam capazes de alcançar sem assistência. Como andaimes físico, as estratégias de apoio são progressivamente removidas quando não são mais necessárias, e o professor desloca gradualmente mais responsabilidade sobre o processo de aprendizagem para o aluno.

Inspiração de um especialista

“Um par de rodinhas em uma bicicleta é um exemplo clássico de scaffolding. É ajustável e temporário, dando ao pequeno ciclista o suporte que precisa enquanto aprende a andar de bicicleta. Sem uma ajuda do tipo, as complexas tarefas de aprender a pedalar, equilibrar-se e dirigir, todas de uma vez, seriam extremamente difíceis, se não impossíveis, para vários pequenos. Esse andaime — rodinhas de bicicleta — permite aos aprendizes conquistarem um objetivo, andar de bicicleta com sucesso, e então pedalar alegremente pelo seu caminho no mundo mais amplo”, explicam os autores Michael F. Graves, Bonnie Graves e Sheldon Braaten, em seu livro “Scaffolded Reading Experiences for Inclusive Classes”.

Tipos

O método de scaffolding também pode incluir dividir uma tarefa complexa em partes menores, verbalizar processos cognitivos, trabalho em grupo, ou sugestões. À medida que o estudante começa a trabalhar de maneira independente, o professor remove todos ou alguns dos “andaimes”.

Advertência
Os professores precisam conhecer bem as habilidades dos alunos para aplicar o scaffolding com sucesso.

Considerações

O scaffolding pode ser usado em qualquer nível de ensino (nos níveis primário e fundamental, e além) e em qualquer disciplina, mas requer um planejamento detalhado da parte do professor.

Benefícios
Os benefícios do scaffolding incluem aprendizes mais motivados, mais tempo gasto em aprender do que em pesquisar, e uma chance maior dos estudantes adquirirem a habilidade desejada.

História

O conceito de scaffolding foi discutido pela primeira vez em um artigo que se transformou em um marco, escrito por Wood, Bruner e Ross, em 1976.

**”Scaffolding” é uma palavra inglesa que significa “ter/pôr andaimes”, como os usados na construção civil.

Fontes e referências:

http://www.ehow.com.br/significa-termo-scaffolding-educacao-fatos_77981/

http://edglossary.org/scaffolding/

Compartilhar
Hélio Teixeira - Cientista-chefe do Centro de Estudos e Pesquisa em Ciência de Dados e Inteligência Artificial do IHT - é um estudioso da aprendizagem e da criatividade humanas como processos segundo ele "participativos e sociotecnicamente distribuídos." Sua pesquisa busca entender o que ele chama de "estruturas sociotécnicas de pertencimento necessárias à emergência da aprendizagem e da criatividade nos grupos humanos, concebidos como sistemas complexos." Ele adota uma abordagem transdisciplinar, articulando saberes da ciência da complexidade, ciências da aprendizagem, psicologia social, design participativo, inteligência artificial e psicologia cognitiva. Cientista de dados especializado em modelagem de dados e inteligência artificial algorítmica. Apaixonado por Modelagem Baseada em Agentes, com predileção pelos ambientes Mesa/Python e NetLogo, e pelo desenvolvimento de algoritmos de inteligência artificial. É fundador do Instituto Hélio Teixeira (IHT), do ColaboraLab e do Programa Letramento Tecnológico.

3 COMENTÁRIOS

  1. Descobri por acaso este seu espaço e estou a adorar andar por aqui!
    Obrigada pela partilha de todo este seu saber. Muito interessante os seus posts.
    abraço
    maria

  2. E eu também vim por acaso, e estou muito satisfeita com a leitura que tem me encantado. Lembro-me do texto de Humberto Eco – Entrando no Bosque.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here